Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/229
Tipo do documento: Tese
Título: Marcação imuno-histoquímica de vegf e cox-2 no processo de reparo de enxerto ósseo particulado em defeito de calota craniana de coelhos e inibição de cox-2
Título(s) alternativo(s): Immunohistochemical staining of VEGF and COX-2 in the repair process of bone graft particulate calvarial defect of rabbits and inhibition of cox-2
Autor: Comparin, Éliston 
Primeiro orientador: Matsumoto, Mariza Akemi
Resumo: Os grandes benefícios alcançados com as reabilitações bucomaxilofaciais, especialmenteno que diz respeito à reabilitação dentária com os implantes osteointegráveis, incentivam o desenvolvimento de técnicas e materiais; bem como o aprimoramento na compreensão dos mecanismos de reparo tecidual, diretamente envolvidos no processo reabilitador. O presente estudo objetivou analisar o efeito da inibição da ciclo-oxigenase 2 (COX-2) durante o reparo de enxerto ósseo particulado em defeito de calota craniana de coelhos. Vinte e quatro coelhos machos tipo Nova Zelândia foram divididos em dois grupos: Grupo Controle: tratados com soro fisiológico 0,9%; Grupo Anti-inflamatório não esteroidal (AINE): tratados diariamente com etoricoxibe na dose de 6mg/Kg por via oral. Após os períodos de 7, 14 e 30 dias os animais foram eutanasiados e as áreas enxertadas removidas para análises morfológica microscópica, histomorfométrica e imunohistoquímica para COX-2 e fator de crescimento endotelial vascular (VEGF). Os dados da análise histomorfométrica foram submetidos ao teste estatístico de Mann-Whitney (porcentagem), onde se observou diferença estatisticamente significante entre o grupo controle (197 mediana dos pontos) e o grupo AINE (59 mediana dos pontos) para o período de 14 dias e (237 mediana dos pontos) e (68,5 mediana dos pontos) respectivamente para o período de 30 dias. Na análise imuno-histoquimica, utilizando a proteína COX-2 como marcador, observamos que no período de 14 dias, houve uma formação óssea mais evidente no grupo controle, indicando que a ausência do AINE melhorou o reparo ósseo neste período. Concluímos que o uso de AINE atrasou o processo de reparo ósseo para o Grupo AINE no período de 14 e 30 dias.
Abstract: The major benefits achieved with maxillofacial rehabilitation, especially with regard to rehabilitation with dental implants osteointegráveis, encourage the development of techniques and materials, as well as the improvement in the understanding of the mechanisms of tissue repair, rehabilitation directly involved in the process. The presente study aimed to analyze the effect of inhibition of cyclooxygenase 2 (COX-2) during repair of bone graft particulate calvarial defect of rabbits. Twenty-four New Zealand male rabbits type were divided into two groups: Control group: treated with 0.9% saline, Group nonsteroidal anti-inflammatory drug (NSAID): etoricoxib treated daily with a dose of 6mg/kg orally. After periods of 7, 14 and 30 days the animals were euthanized and the grafted areas removed for microscopic morphological analysis, histomorphometry and immunohistochemistry for COX-2 and vascular endothelial growth factor (VEGF). Data from histomorphometric analysis were subjected to the Mann-Whitney test (percent), where there was a statistically significant difference between the control group (median 197 points) and the NSAID group (median 59 points) for the period and 14 days (median 237 points) and (median 68.5 points) respectively for 30 days. In immunohistochemical analysis using the COX-2 protein as a marker, we found that in 14 days, there was a more obvious bone formation in the control group, indicating that the absence of NSAIDs, improved bone healing in this period. We conclude that the use of NSAIDs delayed boné repair process for the Group NSAID within 14 and 30 days.
Palavras-chave: COX-2
ENXERTO ÓSSEO
REPARO ÓSSEO
VEGF
BONE REPAIR
BONE GRAFTING
COX-2
VEGF
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: IASCJ - Universidade Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Implantologia
Citação: COMPARIN, Éliston. Marcação imuno-histoquímica de vegf e cox-2 no processo de reparo de enxerto ósseo particulado em defeito de calota craniana de coelhos e inibição de cox-2. 2012. 59 f. Tese (Doutorado em Biologia Oral - Implantologia) - IASCJ - Universidade Sagrado Coração, Bauru, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/229
Data de defesa: 11-Out-2012
Aparece nas coleções:Doutorado em Implantologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_comparin.pdf6,08 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.