Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/261
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeitos do tratamento da má oclusão de classe II por deficiência mandibular após uso do propulsor mandibular de Herbst e aparelho corretivo fixo
Título(s) alternativo(s): Treatment effects of bad class II occlusion by mandibular deficiency after thruster use mandibular Herbst and fixed corrective appliance
Autor: Comparin, Rodrigo 
Primeiro orientador: Castro, Renata Cristina Faria de Ribeiro
Resumo: Objetivo: investigar os efeitos dentoesqueléticos e tegumentares do tratamento da má oclusão de Classe II, Divisão 1, por deficiência mandibular, após o uso do propulsor mandibular Herbst e aparelho ortodôntico Straight Wire. Material: a amostra, de caráter retrospectivo, foi constituída de telerradiografias, de 24 jovens pacientes, brasileiros, gênero feminino (cinco) e masculino (dezenove), idade média inicial de 13,7, etnia feoderma (quatro) e leucoderma (vinte), selecionados de um total de 1625 pacientes tratados no Curso de Especialização em Ortodontia PROFIS, Bauru - São Paulo, Brasil. Métodos: foram utilizadas telerradiografias em norma lateral antes do início do tratamento ortodôntico (T1), ao término do tratamento com o propulsor mandibular Herbst (T2), e após o término do tratamento ortodôntico com aparelho pré-ajustado (T3). O tempo médio de tratamento total foi de 2,2 anos (T3-T1). Resultados: das 36 variáveis estudadas, apenas duas variáveis (Pog-NB e inclinação do plano oclusal) apresentaram erro sistemático. Os erros casuais foram bastante reduzidos e aceitáveis. A amostra apresentou distribuição normal. Duas grandezas usadas para expressar a alteração do comportamento sagital da maxila (SNA e A-Nperp), não oscilaram significativamente, apenas a distância Co-A aumentou na fase T3, em direção anterior. As grandezas usadas para expressar a alteração no comportamento sagital da mandíbula (SNB, P-Nperp e Co-Gn) aumentaram, entre fases T1 e T2, no entanto, na fase T3 houve um retorno a posição original para as variáveis SNB e P-Nperp (Fase T1 semelhante a Fase T3), exceção a variável Co-Gn, que manteve-se estável entre as fases T2 e T3. Não houve alteração no padrão de crescimento, apenas um aumento da altura facial ântero-inferior (ENa-Me), entre as fases T1-T2, mantendo-se estável entre as fases T2 e T3. Os incisivos superiores diminuíram a inclinação vestibular (exceção variável 1.PP) e a protrusão entre as fases T1 e T2 e manteve-se estável na fase T3. Os incisivos inferiores inclinaram para vestibular e protruíram. No sentido vertical, não houve alteração na posição do molar superior e os incisivos inferiores intruíram. O trespasse horizontal, trespasse vertical, relação molar e relação canino, diminuíram nas três fases avaliadas, e, em relação a inclinação do plano oclusal, houve uma diminuição entre a fase T1 e T2, mantendo-se estável na fase T3. Para comparação dos componentes tegumentares, a convexidade do perfil diminuiu (H-NB e H-Nariz), o lábio superior protruiu entre as fases T1 e T2 e manteve-se estável entre as fases T2 e T3. Houve aumento nas vias aéreas (Nfa-Nfp e Bfa-Bfp) entre a fase T1 e T2. Conclusão: Ao avaliar o tempo total de tratamento conclui-se que as maiores alterações foram dentoalveolares e tegumentares. O tratamento com o aparelho propulsor mandibular Herbst seguido do aparelho ortodôntico Straight Wire resultaram em benefícios oclusais e estéticos para os pacientes, jovens adultos, que apresentavam má oclusão de Classe II, divisão 1, por retrusão mandibular
Abstract: Objective: To investigate the dentoskeletal and soft tissue effects treatment of malocclusion Class II, Division 1, for mandibular deficiency, after the use of propellant Herbst and mandibular orthodontic appliance Straight Wire. Material: the sample, retrospective, consisted of radiographs of 24 young patients, Brazilian, female (five) and male (nineteen) , initial mean age 13.7 , feoderma ethnicity (four) and leucoderma (twenty) selected from a total of 1625 patients treated in the Specialization Course in Orthodontics PROFIS, Bauru - Sao Paulo, Brazil. Methods: radiographs were used in lateral view before the start of orthodontic treatment (T1), after treatment with mandibular propellant Herbst (T2), and after completion of orthodontic treatment with braces Straight Wire (T3). The mean time of treatment was 2.2 years (T1-T3). Results: of the 36 variables studied, only two variables (Pog-NB and inclination of the occlusal plane) showed systematic error. The random errors were very low and acceptable. The sample showed normal distribution. Two quantities used to express the change of the sagittal position of the maxilla (SNA and A- Nperp), not fluctuated significantly, only the distance Co A increased in T3 stage anteriorly. The quantities used to express the change in the sagittal position of the mandible (SNB, P-Nperp and Co-Gn) increased between stages T1 and T2, however, the T3 stage there was a return to the original position for the SNB and variable P-Nperp (Stage T1 similar to Stage T3), except the variable Co-Gn, which remained stable between T2 and T3 stages. No change in growth pattern, only an increase in lower anterior facial height (ANS-Me), between T1-T2 stages, remaining stable between T2 and T3 stages. The upper incisors decreased buccal tipping (except 1.PP variable) and the protrusion between the T1 and T2 stages and remained stable in T3 stage. The lower incisors inclined labially and protruded. In the vertical direction, there was no change in position of molars and incisors intruded. The overjet, overbite, molar and canine relationship, decreased in the three stages of development, and, for the inclination of the occlusal plane, there was a decrease between T1 and T2 stage, remaining stable in T3 stage. To compare the soft tissue components, the profile convexity decreased (NB-H and H-Nose), the upper lip protruiu between T1 and T2 phases and was stable between T2 and T3 phases. There was an increase in airway (NFA- NFP and Bfa-Bfp) between T1 and T2 stage. Conclusion: When assessing the overall treatment time is concluded that major changes were dentoalveolar and soft tissue. Treatment with the Herbst mandibular propulsion machinery followed by orthodontic appliance Straight Wire resulted in occlusal and aesthetic benefits for patients, young adults, presenting malocclusion Class II, Division 1, for mandibular retrusion
Palavras-chave: MÁ OCLUSÃO DE ANGLE CLASSE II
ORTODONTIA INTERCEPTORA
ORTODONTIA CORRETIVA
FACE
FUNCTIONAL APPLIANCES
HERBST
ORTHODONTICS
DENTAL CHANGES
SKELETAL CHANGES
FACIAL CHANGES
SOFT TISSUE
PROFILE
Área(s) do CNPq: ODONTOLOGIA::ORTODONTIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: IASCJ - Universidade Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Ortodontia
Citação: COMPARIN, Rodrigo. Efeitos do tratamento da má oclusão de classe II por deficiência mandibular após uso do propulsor mandibular de Herbst e aparelho corretivo fixo. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia - Ortodontia) - IASCJ - Universidade Sagrado Coração, Bauru, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/261
Data de defesa: 12-Dez-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em Ortodontia

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
dissertacao_rodrigo_comparin.pdf1,04 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.