Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/299
Tipo do documento: Dissertação
Título: Prevalência da mordida aberta anterior causada por hábitos deletérios de sucção em crianças de cinco anos de idade
Título(s) alternativo(s): Anterior open bite caused by suction prevalence of harmful habits in children under five years of age
Autor: Rosseto, Célia Maria Mamoni 
Primeiro orientador: Franzolin, Solange de Oliveira Braga
Resumo: As maloclusões são problemas de saúde bucal em Saúde Coletiva, definidas como agravos à saúde pela Organização Mundial de Saúde. Representam variações significantes do crescimento e da morfologia dos arcos dentários comprometendo funções e a estética do indivíduo. Uma das maloclusões é a mordida aberta, caracterizada por uma deficiência no contato vertical normal entre os dentes antagonistas, que pode manifestar-se em uma região limitada ou, mais raramente, em todo o arco dentário. Quando a falta de contato entre os dentes está localizada na região de caninos e incisivos, estando a oclusão em relação cêntrica, é denominada mordida aberta anterior (MAA). É importante considerar que os hábitos bucais deletérios podem interferir na oclusão normal e são dependentes de fatores como frequência, intensidade e duração do hábito. Existe a possibilidade de ocorrer a autocorreção, desde que o hábito seja removido até a idade de três anos a três anos e meio, se a criança possuir um padrão de crescimento favorável. Assim, este estudo se propõe a avaliar, através de exame da oclusão dentária, a prevalência de MAA em crianças com idade de cinco anos, matriculadas nas Escolas Públicas de Educação Infantil da cidade de Bauru, São Paulo; obter informações sobre hábitos de sucção deletérios destas crianças, através de um questionário distribuído aos seus pais ou responsável; avaliar a presença de mordida aberta anterior e a sua associação com o uso de mamadeira e hábitos deletérios de sucção digital e chupeta. Foram examinadas 1063 crianças das 2608 matriculadas em 62 escolas, que preenchiam a todos os critérios de inclusão. Os resultados mostraram que entre as crianças que apresentavam MAA, 60,63% eram do gênero feminino e 30,37% do gênero masculino. Dessas crianças, 52,49% relataram ainda apresentar o hábito de sucção de chupeta e 85,97% usaram em outro momento. Das informações do questionário, destaca-se que 79,19% das mães destas crianças não souberam responder até que idade a chupeta poderia ser usada. Em relação à sucção digital, 9,95% das crianças ainda apresentavam esse hábito deletério. Pode-se concluir que a prevalência da MAA foi de 20,79%; há a necessidade de implantação de programas educativos aos pais/responsáveis pelas crianças sobre o tema “hábitos de sucção deletérios não nutritivos”; entre os grupos de crianças sem MAA e com MAA registrou-se comportamentos diferentes quanto ao tempo de amamentação, tempo de uso da chupeta e tempo de uso da mamadeira; o hábito de sucção da chupeta foi mais prevalente que o digital.
Abstract: The malocclusions are oral problems, defined as health issues by the World Health Organization. They represent significant variations in growth and morphology of dental arches, compromising functions and aesthetics of the individual. One type of malocclusion is the open bite, characterized by a deficiency in the normal vertical contact between the antagonist teeth, which may manifest itself in a limited area or, more rarely, in the entire dental arch. When the lack of contact between the teeth is located in the region of canines and incisors, with occlusion in centric relation, this case is called anterior open bite (AOB). It is important to consider that the deleterious oral habits can interfere with normal occlusion and are dependent on factors such as frequency, intensity and duration of this habit. There is a possibility to occur a selfcorrection, since the habit is stopped to the age of three to three and a half years, if the child has a favorable growth pattern. Thus, this study aims to evaluate, by examination of dental occlusion, the prevalence of children with five years old enrolled in the Early Childhood Education Public Schools in Bauru, São Paulo, presenting anterior open bite; get information on deleterious sucking habits of children, through a questionnaire distributed to the parent or guardian; assess the presence of anterior open bite and its association with bottle feeding and deleterious habits of thumb sucking and pacifier. There were examined 1063 children of 2608 enrolled in 62 schools, who match all inclusion criteria. The results have show that among children who had AOB, 60.63% were female and 30.37% male. Of these children, 52.49% reported still present the pacifier sucking habit and 85.97% used it at another time. Among the questionnaire information, it can be emphasized that 79.19% of the mothers of these children could not answer until what age the pacifier could be used. Regarding the finger sucking, 9.95% of the infants still had this harmful habit. It may be concluded a prevalence of AOB in 20.79% of cases; it is necessary to implement educative programs for parents/guardians of children about the theme "Non-nutritive deleterious sucking habits"; between the groups of children without AOB and with AOB, it was noticed diferent behaviors about the breastfeeding time, pacifier sucking and bottle-feeding duration, wherein the use of pacifier was more prevalent than thumb sucking.
Palavras-chave: Maloclusão
Mordida Aberta
Hábitos Deletérios
Sucção Digital
Sucção Chupeta
Malocclusion
Open bite
Deleterious habits
Digital suction
Pacifier sucking
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Saúde Coletiva
Citação: ROSSETO, Célia Maria Mamoni. Prevalência da mordida aberta anterior causada por hábitos deletérios de sucção em crianças de cinco anos de idade. 2015. 67 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia - Saúde Coletiva) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/299
Data de defesa: 29-Out-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Saúde Coletiva

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissertacao_celia_rosseto.pdfDocumento completo6,55 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.