Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/342
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeito da dioxina em associação ou não com o metilmercúrio na diferenciação adipogênica
Título(s) alternativo(s): Effect of dioxin in association or not with methylmercury on adipogenic differentiation
Autor: Sanches, Mariana Liessa Rovis 
Primeiro orientador: Buzalaf, Camila Peres
Resumo: O metilmercúrio (MeHg) e as dioxinas, poluentes tóxicos persistentes no ambiente, são extensivamente associados a diversos agravos a saúde humana. Vários trabalhos demonstram uma associação entre a exposição por esses elementos e o desenvolvimento da síndrome metabólica, conjunto de doenças associadas à obesidade. Essas condições estão associadas ao metabolismo alterado dos adipócitos, células diferenciadas a partir de células-tronco mesenquimais e pré-adipócitos. No entanto, pouco se conhece sobre o impacto desses toxicantes e sua na diferenciação adipogênica a partir de pré-adipócitos 3T3-L1. Assim, o objetivo desse estudo foi avaliar, qualitativa e quantitativamente, o efeito da exposição in vitro do MeHg e da 2,3,7,8-tetraclorodibenzo-p-dioxina (TCDD) antes e concomitante à diferenciação adipogênica por meio da deposição de triglicérides, avaliada pela espectrometria de fluorescência e citometria de fluxo, além dos mecanismos moleculares envolvidos, por análise proteômica. Por ambas as técnicas, a exposição dos pré-adipócitos ao MeHg e TCDD, em doses não citotóxicas, separados ou em combinação, no período que antecede à indução da diferenciação adipogênica, não alterou significativamente a sua capacidade em se diferenciarem em adipócitos maduros. No entanto, quando a exposição ao TCDD ou combinado com o MeHg ocorreu concomintante à indução da diferenciação, houve redução significativa da formação de células maduras. Além disso, a citometria de fluxo relevou que a combinação de ambos toxicantes durante a indução da diferenciação in vitro reduziu significativamente a diferenciação adipogênica em relação a cada contaminante individualmente. A análise proteômica demonstrou que o perfil e as relações de abundância proteica foram alterados de acordo com o tipo de contaminante e a fase de exposição, demonstrando que os contaminantes agem por mecanismos distintos e de maneira dependente do período de exposição
Abstract: Methylmercury (MeHg) and dioxins, persistent toxic pollutants in the environment, are extensively associated with a number of health hazards. Several studies demonstrate an association between exposure to these elements and the development of the metabolic syndrome, a set of obesity-related diseases. These conditions are associated with altered metabolism of adipocytes, differentiated cells from mesenchymal stem cells and pre-adipocytes. However, little is known about the impact of these and its toxicants on adipogenic differentiation from 3T3-L1 pre-adipocytes. Thus, the objective of this study was to qualitatively and quantitatively evaluate the effect of in vitro exposure of MeHg and 2,3,7,8-tetrachlorodibenzo-p-dioxin (TCDD) before and concurrent with adipogenic differentiation by deposition of Triglycerides, evaluated by fluorescence spectrometry and flow cytometry, in addition to the molecular mechanisms involved, by proteomic analysis. By both techniques, preadipocyte exposure to MeHg and TCDD in non-cytotoxic doses, either alone or in combination, prior to the induction of adipogenic differentiation, did not significantly alter their ability to differentiate into mature adipocytes. However, when exposure to TCDD or combined with MeHg occurred concurrently with induction of differentiation, there was a significant reduction in the formation of mature cells. In addition, flow cytometry showed that the combination of both toxicants during induction of in vitro differentiation significantly reduced adipogenic differentiation with respect to each contaminant individually. Proteomic analysis showed that the profile and protein abundance relationships were altered according to the type of contaminant and the exposure phase, demonstrating that the contaminants act by different mechanisms and in a manner dependent on the period of exposure
Palavras-chave: Pré-adipócitos 3T3-L1
Diferenciação adipogênica
TCDD
Metilmercúrio
Co-exposição
3T3-L1 pre-adipocytes
Adipogenic differentiation
TCDD
Methylmercury
Co-exposure
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências Exatas e Sociais Aplicadas
Programa: Ciência e Tecnologia Ambiental
Citação: SANCHES, Mariana Liessa Rovis. Efeito da dioxina em associação ou não com o metilmercúrio na diferenciação adipogênica. 2017. 158 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/342
Data de defesa: 28-Mar-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Efeito da dioxina em associacao ou nao com o metilmercurio na diferenciacao adipogenica (204246).pdfDocumento principal3,27 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.