Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/6
Tipo do documento: Dissertação
Título: Identificação dos fatores de riscos biológicos, quimicos e de resíduos no ambiente hospitalar
Título(s) alternativo(s): Identification of risk factors biological, chemical and wast in hospitals environment
Autor: Cremer, Edivaldo 
Primeiro orientador: Vitta, Alberto de
Resumo: As condições de ambiente, saúde e segurança no trabalho se tornaram essenciais para a qualidade de vida dos homens e o direito de cidadania, representando um grande desafio para os governos e organizações. Para a promoção da saúde no trabalho, a antecipação de riscos ocupacionais para prevenção de acidentes tornou-se indispensável. O presente estudo teve por objetivo o levantamento dos fatores de riscos ocupacionais a que estão expostos os trabalhadores do ambiente hospitalar. A instituição campo de estudo foi um hospital filantrópico do interior do Paraná. Os dados foram obtidos através de um checklist baseado nas medidas de proteção contra riscos biológicos, químicos e de resíduos da Norma Regulamentadora 32, que estabelece as diretrizes sobre segurança e saúde dos trabalhadores dos serviços de saúde. As medidas de proteção contra risco biológico inadequadas à Norma Regulamentadora 32 representaram 40,4%. Observou-se que 41,5% dos lavatórios estavam inadequados e que 39,4% das unidades de internação não possuíam lavatórios. Entre as práticas não vedadas pelo empregador foram observados hábitos tabagistas e uso de adornos em 50% das unidades, ainda, o consumo de bebidas nos postos de trabalho observados em 75% das unidades, porém os subitens mais preocupantes foram a capacitação de recursos humanos com 62,5% de inadequação e 66,7%das medidas de proteção contra perfurocortantes não contempladas. As medidas de proteção contra riscos químicos não contempladas representaram 29,8%, sendo o processo de reutilização de recipientes, associado à ausência de rotulagem nos produtos fracionados os itens em maior desacordo. As medidas de proteção contra riscos de resíduos não contempladas foram 33,3%. Com relação aos subitens verificou-se 16,7% de inadequação no acondicionamento, 36,5% na segregação, 60% no armazenamento temporário e 6,3% no transporte e armazenamento externo. Isoladamente, os perfurocortantes foram o subitem mais preocupante, com 86,11% de inadequação, representados pelas práticas de reencape e desconexão manual de agulhas, ausência do dispositivo de segurança para descarte, acondicionamento em galões de produtos químicos reutilizados, excedido sem seu limite de enchimento, transportados em carrinho juntamente com outros resíduos, acondicionados temporariamente de maneira inadequada, estando ausente a identificação e sinalização em todas essas etapas, constituindo-se em inequívoco risco biológico, risco químico e risco de resíduo. Conclui-se que as diversas unidades apresentaram riscos biológicos, químicos e de resíduos. Essa constatação permite recomendar propostas de intervenções nos serviços de saúde para a minimização dos riscos existentes, ou simplesmente transformação na prática do que a legislação vigente estabelece, incluindo a reestruturação organizacional, que requer mudanças radicais do ambiente e dos trabalhadores envolvidos, promovendo-se segurança no trabalho, prevenção de acidentes e de doenças ocupacionais entre os profissionais de saúde.
Abstract: The conditions of environment, health and work security become essentials for the life quality of mankind and the citizenship rights, representing a big challenge for governments and organizations. For the health promotion in work, the occupational risks anticipation for prevention of accidents became indispensable. The present study aimed to the collection of occupational risk factors that the workers of hospital environment are exposed. The institution, study field, was a philanthropic hospital of interior of Paraná. Data were obtained by checklist validated in the protection measures against biological risks of Regulatory Norm 32, what establishes the guidelines about security and health of health services workers. The protection measures against biological risks inadequate to Regulatory Norm 32 represented 40,4%. Observed 41,5% of basins were inadequate and 39,4% of hospitalization units didn‟t have basins. Between the not-prohibited by employer were observed smoking habits and use of decoration in 50% of units, still, the drink consumption in working stages observed in 75% of units, however the sub items most worrying was the human resources training with 62,5% of inadequacy and 66,7% of protection measures against needlestick not contemplated. The protection measures against chemicals risks not contemplated represented 29,8% being the reutilization process of recipient, associated with the absence of label in fractioned products the items in more disagree. The protection measures against risk of not contemplated wastes were 33,3%. With respect to sub items was found 16,7% of inadequacy in packaging , 36,5% in segregation, 60% in temporary storage and 6,3% in transportation and external storage. Singly, needlestick were the most worrying sub item with 86,11% of inadequacy, represented by recapping and manual disconnect practices in needles, discard security device absence, packaging in reused chemical products gallons exceeded in your fill limit, carried in handcart with another wastes, temporarily packed of inadequate manner and identification and signalization absence in all that stages, doing in a unequivocal biological, chemical and residual risk. Concludes the several units showed biological, chemical and residuals risks. This conclusion enable to recommend intervention proposals in health services for the minimize existent risks, or simply the transformation in practice what the current legislation establishes, including the organizational restructuring, to request radical changes of environment and of the involved workers, promoting work security, accidents and occupational diseases prevention among the health professional workers.
Palavras-chave: SAÚDE DO TRABALHADOR
RISCOS OCUPACIONAIS
ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR
PESSOAL DE SAÚDE
OCCUPATIONAL HEALTH
OCCUPATIONAL RISKS
HOSPITAL ADMINISTRATION
HEALTH PERSONNEL
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: BR
Instituição: IASCJ - Universidade Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Saúde Coletiva
Citação: CREMER, Edivaldo. Identification of risk factors biological, chemical and wast in hospitals environment. 2011. 90 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia - Saúde Coletiva) - IASCJ - Universidade Sagrado Coração, Bauru, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/6
Data de defesa: 15-Fev-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Saúde Coletiva

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
dissertacao_edivaldo_cremer.pdf1,17 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.