Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrado.edu.br:8443/handle/tede/413
Tipo do documento: Dissertação
Título: Biomaterial composto de hidroxiapatita e de fibroína oriunda de resíduo da indústria de seda
Título(s) alternativo(s): Biomaterial composed of hydroxyapatite and fibroin from waste from the silk industry
Autor: Fontes, Elder Bruno 
Primeiro orientador: Kinoshita, Angela Mitie Otta
Primeiro coorientador: Chaves, Marcia Rodrigues de Morais
Resumo: A procura por meios sustentáveis fez-se desenvolver estudos e pesquisas de aproveitamento de resíduos em diversas áreas. A obtenção de biomateriais a partir destes é uma das formas de aproveitamento que traz como benefício sua valorização. A partir deste contexto este trabalho apresenta o uso do resíduo da indústria da seda como matéria-prima para obtenção de biomateriais. A seda é composta por duas proteínas: a Fibroína que é o filamento de seda, e a sericina que mantém os fios unidos. A Fibroína da seda apresenta propriedades de biocompatibilidade, resistência mecânica, estabilidade térmica elevada, resistência microbiana e o fato de poder ser processada de várias formas como pós, filmes, membranas e hidrogéis. Tais características justificam sua aplicação em biomateriais. A Fibroína foi obtida através da degomagem do resíduo de seda, realizou-se a dissolução completa com solução ternária de CaCl2:CH3CH2OH:H2O taxa de (1: 2: 8 molar). A introdução da Hidroxiapatita ocorreu com a adição de fosfato dissódico bibásico (Na2HPO4) na solução de Fibroína dissolvida. A precipitação dos compostos originou o compósito de Fibroína/Hidroxiapatita. O difratograma de raios-X mostrou que a parte mineral é constituída de Hidroxiapatita. O espectro de Infravermelho confirma a formação do compósito, demonstrando os grupos funcionais amidas, oriundos da Fibroína, e outros grupos funcionais como os fosfatos da Hidroxiapatita. As análises térmicas de TG/DTG e DTA confirmam a presença de material orgânico e inorgânico e apresentam a estabilidade térmica do biomaterial. Desta forma, demonstrou-se a possibilidade do uso de Fibroína extraída de resíduo da indústria da seda como componente de um potencial novo biomaterial.
Abstract: The search for sustainable means has been developed studies and research of use of waste in several areas. The obtaining of biomaterials from these is one of the forms of exploitation that brings as a benefit its valorization. From this context, this work presents the use of silk industry waste as a raw material to obtain biomaterials. Silk is composed of two proteins: the fibroin which is the silk filament, and the sericin that holds the strands together. Silk fibroin exhibits properties of biocompatibility, mechanical strength, high thermal stability, microbial resistance and the fact that it can be processed in various forms such as powders, films, membranes and hydrogels. Such characteristics justify its application in biomaterials. Fibroin was obtained by degumming the silk residue, complete dissolution was performed with ternary CaCl2:CH3CH2OH:H2O (1: 2: 8 molar) rate. The introduction of hydroxyapatite occurred with the addition of bibasic disodium phosphate (Na2HPO4) in the dissolved fibroin solution. Precipitation of the compounds gave rise to the fibroin/hydroxyapatite composite. The X-ray diffractogram showed that the mineral part consists of hydroxyapatite. The Infrared Spectrum confirms the formation of the composite, demonstrating functional amide groups from fibroin and other functional groups such as hydroxyapatite phosphates. The thermal analyzes of TG/DTG and DTA confirm the presence of organic and inorganic material and present the thermal stability of the biomaterial. Thus, the possibility of using fibroin extracted from silk industry waste as a component of a potential new biomaterial was demonstrated.
Palavras-chave: Resíduo industrial
Biomateriais
Cerâmica
Valorização de resíduos
Controle de poluição
Industrial waste
Biomaterials
Ceramics
Waste recovery
Pollution Control
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências Exatas e Sociais Aplicadas
Programa: Ciência e Tecnologia Ambiental
Citação: FONTES, Elder Bruno. Biomaterial composto de hidroxiapatita e de fibroína oriunda de resíduo da indústria de seda. 2018. 63 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/413
Data de defesa: 27-Mar-2018
Appears in Collections:Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.