Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrado.edu.br:8443/handle/tede/449
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ambulatório de gestação de alto risco: regulamentação, implantação, acompanhamento e avaliação
Título(s) alternativo(s): High-risk gestation outpatient clinic: regulation, implementation, follow-up and evaluation
Autor: Maia, Adriana Aparecida dos Santos 
Primeiro orientador: De Conti, Marta Helena de Souza
Resumo: Introdução: O monitoramento das gestações de alto risco requer cuidados e atenção especializada. Objetivos: Descrever o processo de regulamentação, implantação, acompanhamento e avaliação do “Ambulatório de Gestação de Alto Risco - AGAR” de Bauru/São Paulo. Método: Estudo retrospectivo, de caráter exploratório, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da USC (parecer n.º 2.244.730), com mulheres e seus filhos assistidos no AGAR. Critérios de inclusão: mulheres e seus filhos que foram assistidas de junho de 2013 a junho de 2017, em Bauru / SP. Foram excluídos dados das mulheres que tiveram seus partos fora de Bauru. Para coleta de dados utilizou-se os instrumentos: atas das reuniões, dados dos prontuários e do sistema de saúde, questionário de caracterização das participantes e cartão de satisfação. Os dados foram descritos em três fases: descrição da regulamentação e implantação do AGAR, acompanhamento e análise do serviço (resolutividade e satisfação das usuárias). Os dados foram registrados no Excel, submetidos à análise estatística descritiva e os resultados apresentados em tabelas por meio de suas distribuições de frequências absoluta e relativa. Resultados: o AGAR foi implantado em 2013, fundamentado pela estratégia da Rede Cegonha, para suprir a demanda de Bauru e sua micro região. Realizou o acompanhamento pré-natal de 1550 mulheres, no período de junho de 2013 a junho de 2017. A equipe multiprofissional foi formada por médicos, técnicas de enfermagem, enfermeira e recepcionista com qualificações específicas para a assistência integral da gestante. Em relação à resolutividade, dos 1550 atendimentos, 1513 (96,7%) obtiveram êxito (número de nascidos vivos e saudáveis, sem complicações intra parto), sete (0,6%) com complicação intra parto, três (0,3%) com óbito materno, seis (0,5%) fetal, um (0,9%) neonatal e 20 (1,8%) com filhos sindrômicos. A maioria das gestantes referiu satisfação com o procedimento, profissionais, infraestrutura. Conclusão. A regulamentação e implantação do AGAR seguiu normas do Ministério da Saúde e prestou assistência com boa resolutividade a muitas mulheres que relataram satisfação com o serviço prestado.
Abstract: Introduction: Monitoring of high-risk pregnancies requires specialized care and attention. Objectives: To describe the process of regulation, implementation, follow-up and evaluation of the "High Risk Pregnancy Outpatient Clinic - AGAR" in Bauru / São Paulo. Method: Retrospective, exploratory study, approved by the USC Ethics Committee (opinion no. 2,244,730), with women and their children assisted in AGAR. Inclusion criteria: women and their children who were assisted from June 2013 to June 2017 in Bauru / SP. Data were excluded from women who had their births outside of Bauru. For data collection, the instruments were used: minutes of the meetings, data from the medical records and health system, questionnaire to characterize the participants and satisfaction card. The data were described in three phases: description of the regulation and implementation of the AGAR, monitoring and analysis of the service (resolution and user satisfaction). Data were recorded in Excel, submitted to descriptive statistical analysis and the results presented in tables through their absolute and relative frequency distributions. Results: AGAR was implemented in 2013, based on the strategy of the Stork Network, to supply the demand of Bauru and its micro region. It carried out the prenatal follow-up of 1550 women, from June 2013 to June 2017. The multiprofessional team was formed by doctors, nursing technicians, nurse and receptionist with specific qualifications for the integral assistance of the pregnant woman. Among the 1550 cases, 1513 (96.7%) were successful (number of healthy and live births without intrapartum complications), seven (0.6%) with intrapartum complication, three (0.3% ) with maternal death, six (0.5%) fetal, one (0.9%) neonatal and 20 (1.8%) with syndromic children. Most of the pregnant women referred satisfaction with the procedure, professionals, infrastructure. Conclusion. The regulation and implementation of the AGAR followed the rules of the Ministry of Health and provided assistance with good resolve to many women who reported satisfaction with the service provided.
Palavras-chave: Assistência
Gestação de alto risco
Serviço de saúde
Mulher
Assistance
Pregnancy
High - risk
Health services
Women
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Biologia Oral
Citação: Maia, Adriana Aparecida dos Santos. Ambulatório de gestação de alto risco: regulamentação, implantação, acompanhamento e avaliação. 2018.42 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Oral) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.usc.br:8443/handle/tede/449
Data de defesa: 27-Sep-2018
Appears in Collections:Mestrado em Saúde Coletiva



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.