Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrado.edu.br:8443/handle/tede/450
Tipo do documento: Dissertação
Título: Nível de estresse em enfermeiros da rede de atenção às urgências e emergências
Título(s) alternativo(s): Level of stress in nurses of the network of attention to emergencies and emergencies
Autor: Pinto, Cleusa Assis 
Primeiro orientador: Virmond, Marcos da Cunha Lopes
Resumo: O mundo atual é diversificado, urgente, tecnológico e imediato. A relação desse mundo rápido com o indivíduo parece não ter seguido um caminho de adaptação fisiológica adequada. Este imediatismo está presente também entre os profissionais de enfermagem principalmente entre os enfermeiros atuantes no serviço de urgência e emergência, tendo em vista a característica do ambiente de trabalho. Assim, esta pesquisa tem como objetivo avaliar e classificar o nível de estresse entre os enfermeiros que atuam no Serviço de Urgência e Emergência SAMU 192, Pronto Socorro Municipal Central (PSMC) e Unidades de Pronto Atendimento(UPA) do município de Bauru -SP e justifica porque estes serviços exigem do enfermeiro destreza e rápida tomada de decisão. Trata-se de um estudo transversal, observacional de cunho quantitativo. Os quarenta e cinco enfermeiros qualificados para este estudo foram identificados quanto ao estado civil, sexo, etnia, tempo de serviço, escolaridade, nível socioeconômico e local de trabalho. Utilizou-se a Escala de Estresse Percebido (PSS-14) e Levantamento Simplificado de Sinas e Sintomas. Calculou-se o valor de alfa de Cronbach para avaliar a consistência interna e o teste estatístico Kruskal-Wallis para verificar diferenças dos níveis de estresse de acordo com o local de trabalho. Os achados demográficos mais frequentes descrevem o enfermeiro como: mulher, branca, casada, com especialização e recebendo uma remuneração acima da média nacional da categoria. O PSS-14 revela 84% dos participantes com percepção baixa ou moderada de estresse, restando apenas 16% com em percepção alta ou muito alta; escore médio segundo o PSS-14 foi de 21,9. Conclui-se que os enfermeiros atuantes na Rede de Urgência e Emergência da área geográfica definida apresentam níveis de estresse predominantemente baixo ou moderado; sem diferenças significativas entre os profissionais das diferentes unidades de atendimento com sinais e sintomas físicos como resposta a agentes estressores, sendo preponderantes a astenia e a insônia.
Abstract: Today's world is diverse, urgent, technological and immediate. The relation between this fast world and the individuals seems not to have followed a path of adequate physiological adaptation. This immediacy is also present among nursing professionals, especially nurses working in urgency and emergency service, due to the work environment characteristics. Thus, this research aims to evaluate and classify the stress level among the nurses who work in the Mobile Emergency Care Service (SAMU 192), Central Emergency Room and Emergency Care Units in Bauru-SP-Brazil and it is justified because these services require ability and quick decision-making from these nurses. It is a cross-sectional, observational and quantitative study. The 45 nurses qualified for this study were identified regarding marital status, sex, and ethnicity, length of service, scholarity, socioeconomic level and place of work. The Perceived Stress Scale (PSS-14), Simplified Survey of Signs, and Symptoms were used. The Cronbach's alpha value was calculated to assess internal consistency and the Kruskal-Wallis statistic test to verify differences in stress level according to the workplace. The most frequent demographic findings describe the nurse as female, white, married, with specialization and receiving remuneration above the national average of the category. PSS-14 reveals 84% of the participants with low or moderate perception of stress, remaining only 16% with high or very high perception; the mean score for PSS-14 was 21.9. The conclusion is that nurses who working in Urgency and Emergency Carein this defined geographic area present predominantly low or moderate stress levels, without significant differences between the professionals of different care unitsthere are some physical signs and symptoms as a response to stressors, being predominant asthenia and insomnia.
Palavras-chave: Estresse Ocupacional
Enfermagem
Urgência e Emergência
Occupational Stress
Nursing
Urgencyn ad Emergency
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Saúde Coletiva
Citação: Pinto, Cleusa Assis. Nível de estresse em enfermeiros da rede de atenção às urgências e emergências. 2018. 52 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2018 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.usc.br:8443/handle/tede/450
Data de defesa: 29-Oct-2018
Appears in Collections:Mestrado em Saúde Coletiva



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.