Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrado.edu.br:8443/handle/tede/483
Tipo do documento: Tese
Título: ASSOCIAÇÃO DA MOBILIDADE CERVICAL, LIMIAR DE DOR À PRESSÃO E FATORES PSICOSSOCIAIS COM A PRESENÇA DE DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR: ESTUDO TRANSVERSAL DUPLO CEGO
Título(s) alternativo(s): ASSOCIATION OF CERVICAL MOBILITY, PRESSURE PAIN AND PSYCHOSOCIAL FACTORS WITH THE PRESENCE OF TEMPOROMANDIBULAR DISORDER: BLIND DOUBLE CROSS-STUDY STUDY
Autor: SILVA, JOYCE KARLA MACHADO DA 
Primeiro orientador: Campos, Mirella Lindoso Gomes
Primeiro coorientador: Cunha, Carolina Ortigosa
Resumo: As desordens temporomandibulares (DTMs) abrangem vários problemas clínicos que envolvem os músculos mastigatórios, a articulação temporomandibular (ATM) e as estruturas associadas. Assim, o objetivo do presente estudo foi analisar a associação da mobilidade cervical, limiar de dor à pressão (LDP) e fatores psicossociais em universitários sem DTM e que apresentam diferentes tipos de DTM sem autorrelato de dor. Foi utilizado o questionário do RDC/TMD (Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders) eixo I e II para diagnóstico da DTM, flexímetro para avaliação da mobilidade cervical, algômetro para avaliar o LDP, questionário IDATE e WHOQOL-bref para avaliar ansiedade e qualidade de vida, respectivamente. Dos 126 universitários que fizeram parte da amostra, 79 apresentaram algum tipo de DTM; destes, 22 deles com DTM ambos (DTM muscular associado a alguma DTM articular); 49 apresentaram DTM apenas articular e 8 apresentaram DTM apenas muscular; sendo que 47 universitários não apresentaram nenhum tipo de DTM, fazendo parte do grupo controle (GC). Nenhuma das análises identificaram diferença estatística significativa (p≥0,05) quando analisado a DTM apenas articular comparada ao GC. O autorrelato de bruxismo de vigília associado ao sono (bruxismo ambos) apresentou maior frequência (46%) no grupo com DTM. Não foi encontrada diferença significativa entre o grupo de estudo (GE) e GC, quanto à presença de ansiedade (p≥0,05), depressão (p≥0,05) e qualidade de vida (p≥0,05). A presença de DTM, sem autorrelato de dor, apresentou um menor LDP no músculo mastigatório masseter direito (p=0,013). Entretanto, a DTM muscular associado a articular (DTM ambos) inferiu no LDP, estando ainda menor no músculo mastigatório masseter direito (p=0,007) e no no músculo cervical esternocleidomastóideo (ECM) direito (p=0,0006) e esquerdo (p=0,024); estes, também apresentam uma menor amplitude de movimento cervical para inclinação lateral à esquerda (p=0,039) e uma maior quantidade de hábitos parafuncionais (p=0,0004), quando comparado ao GC.
Abstract: The temporomandibular joint disorders (TMD), reach several clinical problems which involve the masticatory muscles, the temporomandibular joint (TMJ) and the associated structures. Thereby, the aim of the present study was to analyze the association of the cervical mobility, pressure pain threshold (PPT) and psychosocial factors in university students without TMD and that show different kinds of TMD without self report of pain. It was used the questionnaire from RDC/TMD (Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders) axis I and II for TMD diagnosis, fleximeter to evaluate de cervical mobility, algometer to evaluate the PPT, IDATE questionnaire and WHOQOL-bref to evaluate anxiety and quality of life, respectively. From 126 university students who were part of the sample, 79 presented some kind of TMD; from these, 22 of them with both TMD (muscular TMD associated to some joint TMD); 49 presented only joint TMD and 8 presented only muscular TMD; while 47 university students did not presented any kind of TMD, as part of the control group (CG). None of the analyzes identified a statistically significant difference (p≥0,05) when analyzed only to the joint TMD compared to the CG. The self report of wakeful bruxism associated with sleep (both bruxism) showed a higher frequency (46%) in the group with TMD. It was not found a significant difference between the study group (SG) and the CG, the presence of anxiety (p≥0,05), depression (p≥0,05) and quality of life (p≥0,05). The TMD presence, without self report of pain, presented a lower PPT in the right masseter masticatory muscle (p=0,013). However, the muscular TMD associated to the joint (both TMD), inferred to the PPT, being even smaller in the right masseter masticatory muscle (p=0,007) and in the right sternocleidomastoid (SCM) cervical muscle (p=0,0006) and left (p=0,024); these, also showed a lower amplitude of cervical motion to a left side inclination (p=0,039) and a greater quantity of parafunctional habits (p=0,0004), when compared to the CG.
Palavras-chave: Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular
Amplitude de Movimento Articular
Limiar da Dor
Bruxismo
Temporomandibular Joint Dysfunction Syndrome
Range of Join Motion
Pain Threshold
Bruxism
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Biologia Oral
Citação: SILVA, Joyce Karla Machado da. Associação da mobilidade cervical, limiar de dor à pressão e fatores psicossociais com a presença de disfunção temporomandibular: estudo transversal duplo cego. 2019.Tese (Biologia Oral) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.usc.br:8443/handle/tede/483
Data de defesa: 12-Aug-2019
Appears in Collections:Doutorado em Biologia Oral



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.