Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrado.edu.br:8443/handle/tede/489
Tipo do documento: Dissertação
Título: ESTUDO DA DEGRADAÇÃO DE BENZENO EM AR CONFINADO POR TiO2 PRESENTE EM REVESTIMENTO CERÂMICO COMERCIAL E ASSISTIDA POR RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA
Título(s) alternativo(s): STUDY OF THE DEGRADATION OF BENZENE IN AIR CONFINED BY TiO2 PRESENT IN COMMERCIAL CERAMIC COATING AND ASSISTED BY ULTRAVIOLET RADIATION
Autor: Crepaldi, Ricardo 
Primeiro orientador: Chaves, Márcia Rodrigues de Morais
Primeiro coorientador: Sichieri, Eduvaldo Paulo
Resumo: Os Compostos Orgânicos Voláteis (COV) são substâncias que apresentam potencial adverso à saúde humana, constituindo uma classe de poluentes atmosféricos. Dentre os possíveis métodos para o tratamento dos ambientes com elevada concentração de COV, está a degradação fotocatalítica em superfície de TiO2. O uso de revestimentos cerâmicos contendo superfície ativa de TiO2 foi inicialmente proposto devido a função auto-limpante, necessária em áreas externas de edifícios. Associada à esta característica, a conversão fotocatalítica de NOx à nitrato e, consequentemente, ácido nítrico, foi relatada. São raras as pesquisas sobre a capacidade de degradação de COV por estas cerâmicas, especialmente, quando considerado o uso em ambientes internos de edificações. Neste contexto, este projeto propôs o estudo sobre a capacidade de degradação fotocatalítica de benzeno (COV) presente em ar confinado, em escala laboratorial, por revestimentos cerâmicos comerciais contendo TiO2 na superfície. A hipótese considerada neste estudo é de que as placas cerâmicas comerciais podem ser utilizadas em ambientes internos de edificações, com a finalidade de degradar COV, reduzindo a poluição atmosférica e, consequentemente, melhorando a qualidade de vida das pessoas que frequentam tais ambientes. O estudo foi conduzido em uma câmara adaptada para receber a placa cerâmica e radiação UV, bem como uma fonte de COV. O benzeno volatilizado entrou em contato com a placa cerâmica, sob radiação de luz UV 365 nm e UV 254 nm. Foram coletadas amostras da atmosfera interna da câmara, obtidas em intervalos de tempo por adsorção em fibra de polidimetilsiloxano (HS-SPME). A degradação do benzeno foi acompanhada por análises de cromatografia gasosa, acoplada à espectrometria de massas (GC-MS). Os resultados demonstraram a não redução da concentração de benzeno na atmosfera pela função da energia da radiação luminosa da luz UV 365 nm ou luz UV 254 nm. A caracterização físico-química determinou uma quantidade muito pequena de TiO2 na superfície da placa cerâmica comercial, o que foi sugerido como a causa para a não detectável ação catalítica de degradação do benzeno.
Abstract: The Volatile Organic Compounds (VOC) are substances that have the potential adverse human health, constituting a class of air pollutants. Among the possible methods for the treatment of environments with a high concentration of VOC is the photocatalytic degradation on the TiO2 surfaces. The use of ceramic coatings containing active surface of TiO2 was originally proposed due to self-cleaning function, required in exterior areas. Associated with this characteristic, the NOx photocatalytic conversion to nitrate and accordingly, nitric acid, has been reported. There are only few researches on VOC degradation capacity for these ceramic especially when considering the use in indoor environments of buildings. In this context, this project proposes the study of photocatalytic degradation capacity of benzene (VOC) present in confined air, laboratory’s scale, by commercial ceramic containing TiO2 in surface. The hypothesis considered in this study is that commercial ceramics coatings can be used in indoor environmental in buildings, in order to degrade VOC, reducing atmospheric pollution and thus improving the quality of life of people undergoing such environments. This study was conducted in an adapted chamber to receive the ceramic plate and UV light radiation as well as a source of VOC. The volatilized benzene came into contact with the ceramic plate under UV light radiation 365 nm and UV 254 nm. Samples of the internal atmosphere of the chamber, obtained by adsorption time intervals polydimethylsiloxane fiber was collected (HS-SPME). The degradation of benzene was followed by gas chromatography analysis with mass spectrometry (GC-MS). The results showed the non-reduction of the benzene concentration in the atmosphere by a function of energy of light radiation of UV light 365 nm or UV light 254 nm. The physic-chemical characterization determined a very small amount of TiO2 on the surface of commercial ceramic plate, which has been suggested as the cause for not detectable catalytic action of benzene degradation.
Palavras-chave: Compostos Orgânicos Voláteis
Dióxido de Titânio
Revestimento Cerâmico
Qualidade do Ar Interior.
Controle de Poluição Atmosférica
Volatile Organic Compounds
Titanium Dioxide
Ceramic Tile
Indoor Air Quality
Air Pollution Control
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Ciência e Tecnologia Ambiental
Citação: Crepaldi, Ricardo. ESTUDO DA DEGRADAÇÃO DE BENZENO EM AR CONFINADO POR TiO2 PRESENTE EM REVESTIMENTO CERÂMICO COMERCIAL E ASSISTIDA POR RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA. 2017. Dissertação (Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.unisagrado.edu.br:8443/handle/tede/489
Data de defesa: 17-Feb-2017
Appears in Collections:Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.