Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrao.edu.br:8443/handle/tede/17
Tipo do documento: Dissertação
Título: Qualidade de vida de pacientes portadores de feridas crônicas
Título(s) alternativo(s): Quality of life of patients with chronic wounds
Autor: Silva, Rafael Henrique 
Primeiro orientador: Gatti, Marcia Aparecida Nuevo
Resumo: A pele é o maior órgão do corpo humano, considerada uma barreira de proteção, estando sujeita a fatores que acarretam na perda da integridade cutânea, resultando em feridas. Estas lesões podem se tornar crônicas, interferindo diretamente na qualidade de vida dos pacientes. Considerando o número de pessoas acometidas por feridas crônicas, objetivou-se com este estudo analisar e comparar onde há maior interferência na qualidade de vida dos pacientes portadores de feridas crônicas atendidos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) no Município de Campo Mourão, Paraná. Tratou-se de um estudo transversal, com todos os pacientes portadores de feridas crônicas, atendidos nas UBS do município, realizando a caracterização da população por meio de um questionário semi-estruturado e avaliação da qualidade de vida através do instrumento WHOQOL-Bref. Foram entrevistadas 57 pessoas, divididas em três grupos segundo o tempo de apresentação da ferida, onde o grupo um corresponde aos pacientes que possuem feridas há menos de um ano, o grupo dois, entre um e cinco anos e o grupo três com feridas há mais de seis anos. Houve predomínio de pacientes idosos, do sexo feminino (66,66%), raça branca (75,7%), analfabetos (57,9%), com renda de um a três salários mínimos (91%) e residentes sozinhos (73,6%). Apenas 8,8% são etilistas e 31% tabagistas. As principais causas das feridas foram as úlceras vasculogênicas (61,4%) e complicações diabéticas (19,3%). A qualidade de vida dos pacientes está bem afetada, não havendo escore superior a 75. Nos domínios físico, psicológico e relações sociais a qualidade de vida está rebaixada independente do número de anos da presença da ferida e no domínio meio ambiente, conforme os anos com a presença da ferida vão aumentando, piora ainda mais a qualidade de vida, necessitando dessa forma haver um atendimento holístico aos pacientes e não apenas voltado para a lesão cutânea.
Abstract: The skin is the largest organ in the human body, considered a protective barrier and are subject to factors that cause loss of skin integrity, resulting in wounds. These injuries can become chronic, directly interfering with quality of life of patients. Considering the number of people suffering from chronic wounds, the aim of this study was to analyze the quality of life of patients with chronic wounds treated at Basic Health Units (BHU) in the city of Campo Mourao, Parana. It was a crosssectional study with all patients with chronic wounds treated at UBS in the city, making the characterization of the population through semi-structured questionnaire and assessment of quality of life by WHOQOL-Bref. The scores were scored using the Excel program, configured as a tool for calculating the scores and statistics. We interviewed 57 people, divided into three groups according to the time of presentation of the wound, where one group corresponds to patients who have wounds less than one year, the two groups, between one and five years and the group with three wounds to more than six years. There was a predominance of elderly patients were female (66.66%), white (75.7%), illiterate (57.9%), with an income of three minimum wages (91%) and living alone ( 73.6%). Only 8.8% were alcoholics and 31% smokers. The main causes of injury are vasculogenic ulcers (61.4%) and diabetic complications (19.3%). The quality of life of patients is affected as well, with no scores greater than 75. In the physical, psychological and social quality of life is lowered regardless of the number of years of presence in the area of the wound and the environment, as the years with the presence of the wound will increase, further worsening the quality of life, requiring that so there is a holistic service to patients and not just focused on skin lesion.
Palavras-chave: QUALIDADE DE VIDA
FERIDAS CRÔNICAS
CICATRIZAÇÃO
QUALITY OF LIFE
CHRONIC WOUNDS
HEALING
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: BR
Instituição: IASCJ - Universidade Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Saúde Coletiva
Citação: SILVA, Rafael Henrique. Quality of life of patients with chronic wounds. 2012. 90 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia - Saúde Coletiva) - IASCJ - Universidade Sagrado Coração, Bauru, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/17
Data de defesa: 16-Apr-2012
Appears in Collections:Mestrado em Saúde Coletiva



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.