Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.usc.br:8443/handle/tede/240
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo comparativo entre a membrana de latéx e a membrana de politetraflouretileno (PTFE) na regeneração de defeitos ósseos
Título(s) alternativo(s): Comparative study of the latex membrane and the politetraflouretileno membrane (PTFE) in the regeneration of bone defects
Autor: Martins, Renato 
Primeiro orientador: Kinoshita, ângela Mitie Otta
Primeiro coorientador: Guimarães, Sérgio Augusto Catanzaro
Resumo: Este trabalho consiste de um estudo comparativo do desempenho da membrana de látex natural, derivada de Hevea brasiliensis, e da membrana de Politetrafluoretileno PTFE quando utilizadas como membranas oclusivas em procedimento de Regeneração Óssea Guiada. O látex é um material biocompatível, com alta resistência mecânica e que pode acelerar a angiogênese. Apresenta como outras vantagens, elasticidade, capacidade de induzir a neoformação de tecidos e o baixo custo. Testes iniciais realizados in vivo demonstraram que o látex é um ótimo candidato para este tipo de aplicação. Porém, para avaliarmos suas vantagens e desvantagens quando usadas como membrana oclusiva, um estudo comparativo faz-se necessário. Com isso, neste trabalho, utilizamos o modelo de craniotomia em coelhos para avaliar a regeneração óssea resultante do uso desta membrana, frente ao uso da membrana de PTFE e do grupo controle, sem uso de membranas. A escolha da membrana de PTFE deve-se ao fato deste material ter sua eficácia já comprovada, ser comercializada, e ser usada para tal propósito há algum tempo em procedimentos clínico-cirúrgicos, sendo considerada como Padrão Ouro ou Gold Standart na comparação com outros materiais usados para os mesmos fins. Neste trabalho as membranas foram implantadas na calvária de coelhos, como barreira mecânica em defeitos ósseos cirúrgicos de tamanho crítico (2cm x 1cm). A neoformação óssea foi analisada 15, 30 e 60 dias após a cirurgia e foi feita por estudos radiográficos, histológicos e por ressonância do spin eletrônico (RSE), sendo a última técnica utilizada para o estudo complementar da mineralização óssea. Os resultados histológicos revelaram que a fração de osso maduro presente no grupo tratado com membrana de látex foi superior ao grupo controle nos períodos de 15 e 60 dias (P<0,05) e ao grupo tratado com PTFE em todos os períodos (P<0,05). Os resultados obtidos por RSE também demonstram grau de mineralização maior no grupo tratado com Látex em relação aos demais grupos.
Abstract: This work is a comparative study of the performance of the Natural Latex membrane, derivative of Hevea brasiliensis, and the Polytetrafluorethylene membrane - PTFE as occlusive membranes in Bone Guided Regeneration procedure. The latex is a biocompatible material, with high mechanical resistance and can accelerate the angiogenesis and tissue neoformation. It presents other advantages such as elasticity and the low cost. Initial tests in vivo demonstrated that the Latex membrane is an excellent candidate for Bone Guided Regeneration. However, to evaluate its advantages and disadvantages as an occlusive membrane, a comparative study is necessary. So, in this work, we use the model of craniotomy in rabbits to evaluate the bone regeneration obtained by the use of this membrane in comparison with the use of the PTFE membrane and the control group (without membranes). The choice of the PTFE rely on the fact that its effectiveness had already been proven, to be commercialized and has been used for a long time for this purpose. PTFE is considered as Gold Standard for comparisons with other new materials. In this work the membranes were implanted in the rabbit calvaria in surgical critical size (2cm x 1cm) bone defects. The bone neoformation was analyzed 15, 30 and 60 days postsurgery and was made through radiographic, histological and electron spin resonance analyses (ESR). The last technique was used for complementary study of the bone mineralization. The histological results showed that the fraction of mature bone in the group treated with Latex membrane was higher than the ones of control group at 15 and 60 days post-surgery (P<0.05) and to the ones of group treated with PTFE in all periods of study (P<0.05). ESR results also demonstrate higher mineralization degree in the Latex s group in comparison with the others groups.
Palavras-chave: REGENERAÇÃO ÓSSEA GUIADA
LÁTEX
POLITETRAFLUORETILENO
PTFE
BONE GUIDED REGENERATION
LATEX
POLITETRAFLUORETHYLENE
PTFE
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: BR
Instituição: IASCJ - Universidade Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Saúde Coletiva
Citação: MARTINS, Renato. Estudo comparativo entre a membrana de latéx e a membrana de politetraflouretileno (PTFE) na regeneração de defeitos ósseos. 2008. 88 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia - Saúde Coletiva) - IASCJ - Universidade Sagrado Coração, Bauru, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/240
Data de defesa: 18-Set-2008
Aparece nas coleções:Mestrado em Saúde Coletiva

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
dissertacao_renato_martins.pdf6,07 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.