Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrao.edu.br:8443/handle/tede/274
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação da adaptação do Biosilicato® ao tecido ósseo de coelho: análise em picrosirius red, microtomografia computadorizada e microscopia eletrônica de varredura
Título(s) alternativo(s): Evaluation of adaptation of Biosilicate® to bone rabbit: analysis picrosirius red, computed microtomography and scanning electron microscopy
Autor: Mecca, Carlos Vitor Fernandes 
Primeiro orientador: Vivan, Rodrigo Ricci
Primeiro coorientador: Ribeiro Junior, Paulo Domingos
Resumo: Os desafios relacionados às reabilitações orais são crescentes, destacando-se a regeneração de tecido ósseo, que apresenta grande importância clínica. Para este trabalho foi utilizado o Biosilicato®, uma cerâmica bioativa brasileira que apresenta algumas características superiores as demais biocerâmicas já apresentas. O objetivo do presente estudo foi avaliar o comportamento in vivo de um nova vitrocerâmica (Biossilicato®) em procedimentos de levantamento de seio maxilar associados ou não ao enxerto ósseo autógeno particulado comparando-o com um dos materiais mais utilizados atualmente, através da qualidade e quantidade de fibras colágenas neoformadas, qualidade e quantidade óssea neoformada, a quantidade de Ca e a adaptação do material enxertado. Foram utilizados 45 coelhos submetendo-os ao preenchimento do seio maxilar, divididos em 5 grupos eutanasiados após 14(a), 45(b) e 90(c) dias: grupo 1 a, b, c - enxerto autógeno; grupo 2 a, b, c Bio-Oss®; grupo 3 a, b, c - Bio-Oss® com enxerto ósseo autógeno da calota triturada; grupo 4 a, b, c Biosilicato® e grupo 5 a, b, c - Biosilicato® com enxerto ósseo autógeno da calota triturada. As análises foram realizadas picrosirius red, microtomografia computadorizada e microscopia eletrônica de varredura. Os valores da análise em picrosirius foram submetidos ao teste de Kruskal-Wallis e o pós-teste de Dunn, com nível de significância de 5%. Para microtomografia computadorizada (microCT) foi calculado quantidade e qualidade óssea por meio de reconstrução 3D. Já na microscopia eletrônica de varredura calculou-se o espectro de energia dispersiva (EDS) e feita a avaliação da adaptação dos biomateriasis ao tecido ósseo neoformado. Na análise de pricrossirius red o Biosilicato® apresentou maior estabilidade na quantidade de fibras colágenas quando utilizado em associação ao enxerto autógeno do que puro. Ao analisar o processo de reparo e formação óssea in vivo por meio de microtomografia computadorizada (microCT) os grupos controle 2 e 3 apresentaram melhores resultados quanto a massa óssea quando comparado aos grupos 3 e 4, desta maneira, também uma superioridade clínica quando utilizado em seio maxilar de coelhos. Na análise por (EDS) o material pesquisado e o controle apresentam resultados semelhantes. Com relação a adaptação do osso neoformado ao fragmento de material enxertado os grupos de estudo obtiveram melhores resultados do que o grupo controle
Abstract: Challenges related to oral rehabilitation is growing, especially bone tissue regeneration, which has great clinical importance. For this study we used the Biosilicate®, a Brazilian bioactive ceramic that has some superior features other bioceramics have you present. The aim of this study was to evaluate the in vivo behavior of a new ceramic (Biossilicato) in maxillary sinus lift procedures associated or not with particulate autogenous bone graft comparing it to one of the materials most widely used through the quality and quantity of newly formed collagen fibers, newly formed bone quality and quantity, the amount of Ca and the adaptation of grafted material. We used 45 rabbits subjecting them to fill the maxillary sinus, divided into 5 groups euthanized after 14 (a), 45 (b) and 90 (c) days: group 1 a, b, c - autograft; group 2 a, b, c - Bio-Oss ®; group 3 a, b, c - Bio-Oss ® with autogenous bone graft from the crushed ice cap; group 4 a, b, c -Biosilicato® and group 5 a, b, c - Biosilicate® with autogenous bone graft from the crushed ice cap. Analyses were performed picrosirius red, computed microtomography and scanning electron microscopy. The values of the analysis in Picrosirius were submitted to the Kruskal-Wallis test and Dunn's post-test at 5% significance level. For computed microtomography (microCT) was calculated bone quantity and quality through the 3D reconstruction. In the scanning electron microscopy calculated the energy dispersive spectrometer (EDS) and made the evaluation of the adaptation of biomateriasis the newly formed bone. In pricrossirius analysis the red Biosilicate® showed greater stability in the amount of collagen fibers when used in combination with autogenous graft than pure. By analyzing the process of repair and bone formation in vivo using computed microtomography (microCT) control groups 2 and 3 had better results as bone mass when compared to groups 3 and 4, thus, also a clinical superiority when used in maxillary sinus of rabbits. In analysis (EDS) the researched material and control show similar results. Regarding the adaptation of newly formed bone fragment to the material grafted study groups had better results than the control group
Palavras-chave: TECIDO ÓSSEO
SEIO MAXILAR
CERÂMICA BIOATIVA
MEV-EDS
BONE AND BONES
MAXILLARY SINUS
BIOACTIVE GLASS
SEM EDS
Área(s) do CNPq: ODONTOLOGIA::CIRURGIA BUCO-MAXILO-FACIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: IASCJ - Universidade Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Cirurgia Bucomaxilofacial
Citação: MECCA, Carlos Vitor Fernandes. Avaliação da adaptação do Biosilicato® ao tecido ósseo de coelho: análise em picrosirius red, microtomografia computadorizada e microscopia eletrônica de varredura. 2015. 64 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Oral - Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial) - IASCJ - Universidade Sagrado Coração, Bauru, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/274
Data de defesa: 2-Mar-2015
Appears in Collections:Mestrado em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial (CTBMF)



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.