Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.usc.br:8443/handle/tede/275
Tipo do documento: Dissertação
Título: Análise imaginológica das estruturas de suporte dentário após a expansão rápida da maxila em crianças em longo prazo
Título(s) alternativo(s): Analysis imaging of tooth supporting structures after rapid expansion Jaw in children long-term
Autor: Bento, Patrícia Fabíola Lizarelli 
Primeiro orientador: Castro, Renata Cristina Faria Ribeiro de
Resumo: Objetivo: avaliar as estruturas de suporte dentário após a expansão rápida da maxila, por meio de análises imaginológicas, em longo prazo. Material e Métodos: foram avaliados 10 pacientes, sendo 5 do sexo feminino e 5 do sexo masculino, com idade média de 9,41 (d.p. 2.13) ao início do tratamento (fase T1), com más oclusões de Classe I ou II, com atresia esquelética do arco dentário superior, possível presença de mordida cruzada posterior uni ou bilateral, tratados com expansão rápida da maxila, usando o expansor dentomucossuportado, tipo Haas. O protocolo de ativação dos aparelhos foi de uma volta completa por dia, até atingir 7mm expansão. Foram obtidas tomografias computadorizadas de feixe cônico antes da expansão, fase T1 e, após o período médio de 1,48 (d.p. 0.19), fase T2, idade média de 10,88 (d.p. 2.16), para avaliar, em longo prazo, as alterações ocorridas nas estruturas de suporte dentário: espessura da tábua óssea, nível da crista óssea, inclinação dos primeiros molares superiores e distância transversal intermolares. Para comparação das alterações ocorridas entre as fases T1 e T2, foi utilizado o teste t pareado e para verificar o dimorfismo sexual o teste t. Resultados: a espessura da tábua óssea vestibular do dente 16, raíz mesial (- 0,91mm) e distal (-0,54 mm) diminuíram, assim como no dente 26, raiz mesial (-1,01mm) e distal (-0,40mm). Houve um aumento da distância transversal de 3,85 mm e não houve presença de dimorfismo sexual. Conclusão: não houve correlação entre o aumento ocorrido na distância transversal com o grau de inclinação dos primeiros molares superiores, evidenciando o ganho ósseo, com mínimo de alterações no processo alveolar vestibular nos dentes 16 e 26 e estabilidade das alterações transversais alcançadas.
Abstract: Objective: to evaluate the tooth supporting structures after rapid maxillary expansion, by image analysis, in the long term. Material and methods: the study was conducted on 10 individuals (5 females and 5 males), with mean age 9.41 (s.d. 2.13) at treatment onset (stage T1), with Class I or II malocclusions presenting skeletal atresia of the maxillary dental arch, possible presence of unilateral or bilateral posterior crossbite, treated with rapid maxillary expansion using a toothtissue-borne Haas expander. The activation protocol comprised one complete turn per day, until 7 mm of expansion was achieved. Cone-beam computed tomographies were obtained before expansion, stage T1, and after a mean period of 1.48 (s.d. 0.19), stage T2, with mean age 10.88 (s.d. 2.16), for long-term evaluation of changes occurring in tooth supporting structures: bone plate thickness, bone crest level, inclination of maxillary first molars and intermolar transverse dimension. The changes occurring between stages T1 and T2 were compared by the paired t test, and gender dimorphism was assessed by the t test. Results: the buccal bone plate thickness of the maxillary right first molar, mesial root (- 0.91mm) and distal root (-0.54 mm) were reduced, as well as in the maxillary left first molar, mesial root (-1.01mm) and distal root (-0.40 mm). There was increase in the transverse dimension of 3.85 mm and no gender dimorphism was observed. Conclusion: there was no correlation between the increase in transverse dimension and the degree of inclination of maxillary first molars, demonstrating the bone gain, with minimum changes in the buccal alveolar process of maxillary right and left first molars and the stability of transverse changes achieved.
Palavras-chave: Expansão Maxilar
Tomografia
Periodonto
Maxillary expansion
Tomography
Periodontal
Área(s) do CNPq: ODONTOLOGIA::ORTODONTIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Ortodontia
Citação: BENTO, Patrícia Fabíola Lizarelli. Análise imaginológica das estruturas de suporte dentário após a expansão rápida da maxila em crianças em longo prazo. 2015. 130 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia - Ortodontia) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/275
Data de defesa: 27-Mar-2015
Appears in Collections:Mestrado em Ortodontia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação_patricia_bento.pdfDocumento completo4,7 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.