Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrao.edu.br:8443/handle/tede/405
Tipo do documento: Dissertação
Título: Reação tecidual e performance como substituto ósseo de novos materiais compostos por fibroína
Título(s) alternativo(s): Tissue reaction and performance as a bone substitute for new materials composed of fibroin
Autor: Nunes, Fernanda Parini 
Primeiro orientador: Kinoshita, Angela Mitie Otta
Resumo: Para diversos procedimentos odontológicos é frequente a necessidade de reconstrução óssea para aumento de volume, com o intuito de possibilitar futura instalação de implante osseointegrável ou outros procedimentos de reabilitação bucal. Nem sempre o substituto ósseo autógeno está disponível para este fim. Devido às limitações do osso autógeno, novos biomateriais vêm sendo estudados. Materiais compostos por fibroína são uma dessas alternativas, pois a fibroína é facilmente obtida, como resíduo da indústria da seda, sendo considerada um material sustentável, e de baixíssimo custo. Assim o objetivo dessa pesquisa foi propor o uso de novo material constituído de fibroína e hidroxiapatita, por meio da reação tecidual e eficácia do biomaterial. Para isso, foram utilizados 38 ratos machos adultos Wistar que foram divididos em 2 experimentos. O estudo da reação tecidual foi realizado pela implantação cirúrgica no subcutâneo do dorso de 10 ratos, dos seguintes materiais: Fibroína, Fibroína associada à Hidroxiapatita (concentração de 100 e 200) e Hidroxiapatita Comercial, e também o grupo controle o qual não recebeu nenhum material. A eficácia foi analisada por meio do preenchimento de um defeito criado cirurgicamente na calota craniana de 5mm, com: (I) Fibroína associada à Hidroxiapatita (n=10), (II) Substituto ósseo autógeno (n=10), (III) Coágulo (n=08). Após os períodos de 3, 7 e 45 dias, para a reação tecidual, e após 5 e 45 para a eficácia do biomaterial, os animais foram submetidos à eutanásia. Os dados quantitativos foram avaliados estatisticamente pelo teste Kruskal Wallis e foram considerados estatisticamente diferentes quando p<0.05. Os resultados da reação tecidual mostraram que houve redução na quantidade de células inflamatórias em relação ao período de 3 dias, em todos os materiais. No período de 45 dias, a quantidade de células encontradas após o implante de Hidroxiapatita foi menor em relação aos demais grupos. Em relação a performance como substituto ósseo, notou-se menor quantidade de tecido ósseo no grupo Coágulo, após 45 dias (p<0.05,) e não houve diferença entre Fibroína e Autógeno (p>0.05), indicando uma boa performance do novo biomaterial na reparação óssea.
Abstract: For several dental procedures, the need for bone reconstruction to increase volume is frequent, in order to allow the future installation of osseointegrable implant or other procedures of oral rehabilitation. Autogenous bone replacement is not always available for this purpose. Due to the limitations of the autogenous bone, new biomaterials have been studied. Materials composed of fibroin are one of these alternatives, because fibroin is easily obtained as a waste from the silk industry and is considered a sustainable material, and at a very low cost. Thus the objective of this research was to propose the use of new material consisting of fibroin and hydroxyapatite, through the tissue reaction and efficacy of biomaterial. For this, 38 Wistar adult male rats were divided into 2 experiments. The study of the tissue reaction was carried out by the subcutaneous implantation of the back of 10 rats of the following materials: Fibroin, Fibroin associated with Hydroxyapatite (concentration of 100 and 200) and Commercial Hydroxyapatite, and also the control group which did not receive any material. The efficacy was analyzed by filling a surgically created defect in the skull cap with 5mm, with: (I) Fibroin associated with Hydroxyapatite (n = 10), (II) Autogenous bone substitute (n = 10), (III) Control (n = 08). After the periods of 3, 7 and 45 days, for the tissue reaction, and after 5 and 45 for the efficacy of biomaterial, the animals were submitted to euthanasia. The quantitative data were statistically evaluated by the Kruskal Wallis test and were considered statistically different when p <0.05. The results of the tissue reaction showed that there was a reduction in the number of inflammatory cells in relation to the 3 day period in all materials. In the period of 45 days, the number of cells found after the Hydroxyapatite implant was lower in relation to the other groups. Regarding to the performance as bone substitute, a smaller amount of bone tissue was observed in the Coagulum group after 45 days (p <0.05), and there was no difference between Fibroin and Autogenous (p> 0.05), indicating a good performance of the new biomaterial in the bone repair.
Palavras-chave: Biomaterial
Fibroína
Hidroxiapatita
Reação Tecidual
Enxerto Ósseo
Fibroin
Hydroxyapatite
Tissue Reaction
Bone Graft
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Biologia Oral
Citação: NUNES, Fernanda Parini. Reação tecidual e performance como substituto ósseo de novos materiais compostos por fibroína. 2018. 72 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Oral) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.usc.br:8080/jspui/handle/tede/405
Data de defesa: 27-Feb-2018
Appears in Collections:Mestrado em Biologia Oral



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.