Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrao.edu.br:8443/handle/tede/432
Tipo do documento: Dissertação
Título: Qualidade de vida do idoso e seu cuidador assistidos por equipes de cuidado domiciliar: um estudo caso controle
Título(s) alternativo(s): Quality of life of the elderly and their caregiver assisted by home care teams: a case control study
Autor: Segala, Patricia Marcari Zaggo 
Primeiro orientador: Carnaz, Letícia
Resumo: Objetivo: comparar a percepção de qualidade de vida de idosos e seus cuidadores que recebem assistência de equipe domiciliar com aqueles que não recebem esse tipo de assistência.Método: foram selecionados 100 indivíduos acima de 60 anos, todos dependentes para realização das atividades de vida diária, e seus respectivos cuidadores, também em número de 100. Como critério de exclusão, utilizou-se o Mini-Exame do Estado Mental (MEEM) para detectar idosos com déficit cognitivo grave. Os idosos foram elencados através dos Programas de Apoio à Pessoa Idosa de Itapetininga e Unidades Básicas de Saúde de Itapetininga/S. Foram avaliados: O GRUPO CASO constituído por 50 idosos e 50 cuidadores que são assistidos por uma equipe de assistência domiciliar e em contrapartida, o GRUPO CONTROLE: constituído por 50 idosos e 50 cuidadores não assistidos por nenhuma equipe domiciliar. Os quesitos avaliados foram: características sociodemográficas, condições de saúde, nível de dependência para as atividades básicas e instrumentais de vida diária (através do Índice de Katz e Escala de Lawton e Brody), qualidade de vida (através do questionário Whoqol) e percepção da qualidade da assistência domiciliar recebida. E os cuidadores foram avaliados também quanto às características sociodemográficas, além das características profissionais, condições de saúde, sintomas musculoesqueléticos (questionário Nórdico), qualidade de vida (questionário Whoqol), e também foram questionados quanto à qualidade da assistência domiciliar recebida. Todos os participantes foram informados sobre os propósitos do estudo e assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, momento após o qual os idosos foram avaliados. Resultados: a maior parte dos idosos participantes da pesquisa são mulheres, de baixa renda e baixa escolaridade. Os resultados mostraram que há incidência de maior hospitalização para aqueles que não recebem a assistência domiciliar, em contrapartida, os que são assistidos demonstraram satisfação. Em relação aos cuidadores, há supremacia de mulheres com idade entre 40 a 50 anos, sem grau de parentesco com os idosos, e sem treinamento prévio para realização de tal atividade. Conclusão:tanto os idosos como os cuidadores sem assistência domiciliar, tem pior qualidade de vida em todos os domínios avaliados, em comparação aos assistidos pela equipe domiciliar.
Abstract: Objective: to compare the perception of quality of life of the elderly and their caregivers who receive assistance from home staff with those who do not receive this kind of assistance. Methods: 100 individuals over 60 years of age, all of whom were dependent on daily life activities, and their respective caregivers, were also selected. The Mental State Mini-Exam (MMSE) was used as an exclusion criterion. to detect elderly with severe cognitive deficit. The elderly were listed through the Itapetininga Elderly Support Programs and Itapetininga / S Basic Health Units. The CASE GROUP consisted of 50 elderly people and 50 caregivers who are assisted by a home care team and, in return, the CONTROL GROUP: constituted by 50 elderly people and 50 caregivers not assisted by any household staff. The subjects evaluated were: socio-demographic characteristics, health conditions, level of dependence for basic and instrumental activities of daily living (through the Katz Index and Lawton and Brody Scale), quality of life (through the Whoqol questionnaire) and perception of quality of home care received. Caregivers were also evaluated regarding socio-demographic characteristics, as well as professional characteristics, health conditions, musculoskeletal symptoms (Nordic questionnaire), quality of life (Whoqol questionnaire), and were also questioned about the quality of home care received. All participants were informed about the purposes of the study and signed the Informed Consent Term, after which the elderly were evaluated. Results: the majority of the elderly participants in the research are women, low income and low schooling. The results showed that there is an incidence of greater hospitalization for those who do not receive home care, in contrast, those who are seen have shown satisfaction. In relation to the caregivers, there is the supremacy of women between the ages of 40 and 50 years, without degree of kinship with the elderly, and without previous training to carry out such activity. Conclusion: both the elderly and the caregivers without home care have a poorer quality of life in all domains evaluated, compared to those assisted by the home team.
Palavras-chave: Qualidade de vida
Assistência Domiciliar aos Idosos
Cuidadores
Quality of life
Home Care for the Elderly
Caregivers
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Sagrado Coração
Sigla da instituição: USC
Departamento: Ciências da Saúde e Biológicas
Programa: Saúde Coletiva
Citação: SEGALA, Patricia Marcari Zaggo. Qualidade de vida do idoso e seu cuidador assistidos por equipes de cuidado domiciliar: um estudo caso controle. 2018. 73 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia - Área de Concentração: Saúde Coletiva) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.usc.br:8443/handle/tede/432
Data de defesa: 20-Aug-2018
Appears in Collections:Mestrado em Saúde Coletiva



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.