Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrao.edu.br:8443/handle/tede/435
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSantos, Monalisa Mamede dos-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2810524723238838eng
dc.contributor.advisor1Carnaz, Letícia-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3021199199918426eng
dc.date.accessioned2019-02-04T18:24:28Z-
dc.date.issued2018-10-08-
dc.identifier.citationSantos, Monalisa Mamede dos. Absenteísmo relacionado à doença e sintomas musculoesqueléticos em trabalhadores de uma empresa de citricultura. 2018. 61 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2018.eng
dc.identifier.urihttps://tede2.usc.br:8443/handle/tede/435-
dc.description.resumoIntrodução: No Brasil, o setor de citricultura é um dos mais importantes setores agropecuários para a geração de empregos. Contudo, o afastamento do trabalho se torna uma grande dificuldade enfrentado por essas empresas, devido às altas taxas de dias perdidos, o que afeta a produtividade. Além disso, o absenteísmo afeta a saúde pública, tendo em vista, os custos diretos e indiretos, tanto para o sistema de saúde, como para a Previdência Social. Objetivo: Identificar os fatores associados ao absenteísmo por doença em trabalhadores efetivos e safristas de uma empresa citrícola em um período de 17 anos e avaliar os sintomas musculoesqueléticos dos trabalhadores ativos. Métodos: Trata-se de um estudo observacional longitudinal. Os possíveis fatores relacionados ao absenteísmo foram obtidos por meio do acesso aos prontuários eletrônicos dos colaboradores, desde janeiro de 2000 à dezembro de 2016. As variáveis extraídas do sistema foram: sexo, idade, tempo de empresa, função, riscos da função, número de atestados, dias perdidos de afastamentos e classificação internacional da doença (CID). Para avaliação dos sintomas musculoesqueléticos dos trabalhadores ativos e não safristas, foi aplicado o Questionário Nórdico de queixas musculoesqueléticas. Os dados foram submetidos à análise descritiva e estatística. A identificação dos fatores associados ao absenteísmo-doença foi realizada por uma regressão linear múltipla, com nível de significância de 5% no Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) 17.0. Resultados: Obteve-se 47.029 documentos de afastamentos representados por 9.546 trabalhadores. Os resultados da regressão apontaram que os trabalhadores desligados, do sexo feminino, com maior tempo de empresa, que sofreram acidentes de trabalho e foram encaminhados ao INSS apresentaram maior número de afastamentos do trabalho. Ainda, alguns riscos ocupacionais e cargos ocupados pelos trabalhadores também se associaram com o número de afastamentos. Além disso, se observou maior prevalência de afastamentos sem o código internacional da doença (CID), seguidos pelas dorsopatias. As dores na coluna foram as queixas mais prevalentes registradas pelo questionário Nórdico de sintomas musculoesqueléticos entre os trabalhadores ativos. Conclusão: A situação atual do trabalhador (ativo ou desligado), o sexo, o tempo de empresa, a presença de acidentes de trabalho, o encaminhamento ao INSS e alguns riscos ocupacionais e cargos foram fatores preditores do número de afastamentos em trabalhadores de uma empresa citrícola.eng
dc.description.abstractIntroduction: In Brazil, the citrus culture sector is one of the most important agricultural sectors for job creation. However, time off from work is a difficulty faced by companies due to high rates of non-work days that affect productivity. In addition, absence from work may be a public affects, considering direct and indirect costs to both health system and social security. Objective: To identify the factors associated with sick absence in effective and temporary workers in a citrus company in a period of 17 years and to evaluate the musculoskeletal symptoms of active workers. Methods: This is a descriptive and cross-sectional study. Possible factors related to absence from work were obtained through access to the employees' electronic records, from January 2000 to December 2016. The variables extracted from the system were: sex, age, time in the company, occupation, occupational risks, number of leaves, non-worked days from leave, and international classification of diseases (ICD). To evaluate the musculoskeletal symptoms of active and non-temporary workers, the Nordic Musculoskeletal Questionnaire was applied. Data were submitted to descriptive and statistical analysis. The identification of the factors associated with absence or disease was performed through a multiple linear regression, with significance level of 5% through the Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) 17.0. Results: There were 47,029 leave documents represented by 9,546 workers. The regression results showed that female employees with longer company hours who suffered work accidents and were referred to the INSS showed higher numbers of work leave. Also, some occupational risks and positions occupied by workers were also associated with the number of leave. In addition, there was a higher prevalence of departures without the International Code of Disease (ICD), followed by dyspathy. The pains in the spine were the most prevalent complaints recorded by the Nordic questionnaire on musculoskeletal symptoms among active workers. Conclusion: The current situation of the worker (active or disconnected), sex, company time, the presence of occupational accidents, referral to the INSS and some occupational risks and positions were predictors of the number of departures from employees of a company citrus fruit.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Lidyane Lima (lidyane.lima@usc.br) on 2019-02-04T18:24:28Z No. of bitstreams: 1 absenteismo relacionado a doenca e sintomas musculoesqueleticos em trabalhadores de uma empresa de citricultura (226327).pdf: 1586022 bytes, checksum: b627aad95f9600f86f40e4c36d7f7a07 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-02-04T18:24:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 absenteismo relacionado a doenca e sintomas musculoesqueleticos em trabalhadores de uma empresa de citricultura (226327).pdf: 1586022 bytes, checksum: b627aad95f9600f86f40e4c36d7f7a07 (MD5) Previous issue date: 2018-10-08eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporeng
dc.publisherUniversidade do Sagrado Coraçãoeng
dc.publisher.departmentCiências da Saúde e Biológicaseng
dc.publisher.countryBrasileng
dc.publisher.initialsUSCeng
dc.publisher.programSaúde Coletivaeng
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectAbsenteísmopor
dc.subjectTrabalhadores ruraispor
dc.subjectCitruspor
dc.subjectAbsenteeismeng
dc.subjectRural workerseng
dc.subjectCitruseng
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIAeng
dc.titleAbsenteísmo relacionado à doença e sintomas musculoesqueléticos em trabalhadores de uma empresa de citriculturaeng
dc.title.alternativeAbsenteeism related to disease and musculoskeletic symptoms in workers of a citrus societyeng
dc.typeDissertaçãoeng
Appears in Collections:Mestrado em Saúde Coletiva



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.