Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.unisagrao.edu.br:8443/handle/tede/467
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorAssis, Reinaldo Braga de-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9779448849327807eng
dc.contributor.advisor1Ferreira, Lucilene-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7032253177836837eng
dc.contributor.advisor-co1Santos, Bruna Varanda Pessoa-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8526424235753903eng
dc.date.accessioned2019-05-20T17:55:28Z-
dc.date.issued2019-03-13-
dc.identifier.citationAssis, Reinaldo Braga de. Caracterização da capacidade funcional de idosos institucionalizados e não institucionalizados. 2019. Dissertação (Mestrado em Saúde Funcional) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2019 .eng
dc.identifier.urihttps://tede2.usc.br:8443/handle/tede/467-
dc.description.resumoIntrodução: O declínio fisiológico progressivo que ocorre devido o processo de envelhecimento e as doenças crônicas não transmissíveis, são apontadas como possíveis causas primárias que podem afetar a capacidade funcional entre os idosos, principalmente os institucionalizados que possuem características de maior dependência e dificuldade para execução de tarefas do cotidiano. Objetivo: Caracterizar a capacidade funcional de idosos institucionalizados e não institucionalizados. Métodos: Estudo transversal, observacional e descritivo com (n=60 idosos), de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 60 anos, divididos em 3 grupos: GIIS (n=15) - Idoso Institucionalizado Sedentário, GINIA (n=30) - Idoso Não Institucionalizado Ativo e GINIS (n=15) - Idoso Não Institucionalizado Sedentário. Foram coletados dados de caracterização da amostra (idade, IMC e relação cintura/quadril), e de capacidades funcionais (índice de atividade de vida diária de Katz, escala de atividade instrumental de vida diária de Lawton, escala de equilíbrio de Berg, teste Timed Up and Go (TUG), teste de sentar e alcançar (banco de wells) e teste de levantar e sentar na cadeira). A normalidade dos dados foi verificada pelo Teste de Shapiro-Wilk. Os dados com distribuição normal estão apresentados em média e desvio padrão e os dados com distribuição não normal em mediana e intervalo interquartílico. Para a análise das diferenças entre os grupos, foi utilizado o Teste Anova One-Way com post hoc Tukey e o Teste Kruskal Wallis com Teste de Mann-Whitney e correção de Bonferroni. Os dados foram analisados no programa estatístico SPSS versão 20, adotando o nível de significância de 5%. Resultados: O GIIS apresentou estatisticamente significante características de idade mais avançada, menor IMC, mair risco de doença cardiovascular, maior pontuação no índice de Katz e maior tempo para realizar o teste TUG, menor pontuação na escala de Lawton e escala de Berg e menor número de repetições no teste de sentar e levantar da cadeira, assim como menor ADM dos membros superiores e inferiores, em relação ao GINIA e GINIS. Conclusão: Idosos institucionalizados possuem características de idade mais avançada, menor IMC e maior risco de doença cardiovascular, maior dependência para AVD e AIVD, menor equilíbrio, menor força muscular e resistência de membros inferiores, menor ADM dos membros superiores e inferiores, além de maior risco de quedas em relação à idosos não institucionalizados.eng
dc.description.abstractIntroduction: The progressive physiological decline that occurs due to the aging process and non-communicable chronic diseases are pointed out as possible primary causes that may affect the functional capacity among the elderly, especially the institutionalized ones that have characteristics of greater dependence and difficulty to perform tasks of everyday life. Objective: To characterize the functional capacity of institutionalized and non-institutionalized elderly. Methods: A cross-sectional, observational and descriptive study with (n = 60 elderly), of both sexes, aged 60 years or older, divided into 3 groups: GIIS (n = 15) - Sedentary Institutionalized Elderly, 30) - Active non-institutionalized elderly and GINIS (n = 15) - Non-institutionalized elderly sedentary. Data were collected on the characterization of the sample (age, BMI and waist /hip ratio), and functional abilities (Katz daily life activity index, Lawton daily life activity scale, Berg balance scale, Timed test Up and Go (TUG), sit-and-reach test (wells bench) and sit-up test in the chair). The normality of the data was verified by the Shapiro-Wilk test. Data with normal distribution are presented in mean and standard deviation and data with non-normal distribution in median and interquartile range. For the analysis of the differences between the groups, the Anova One-Way Test with post hoc Tukey and the Kruskal Wallis Test with Mann-Whitney Test and Bonferroni correction were used. Data were analyzed in the statistical program SPSS version 20, adopting the level of significance of 5%. Results: The GIIS showed statistically significant characteristics of older age, lower BMI, greater risk of cardiovascular disease, higher score in the Katz index and longer time to perform the TUG test, lower score in the Lawton scale and Berg scale and lower number of repetitions in the sit and stand test of the chair, as well as lower articular range of motion of the upper and lower limbs, compared to GINIA and GINIS. Conclusion: Institutionalized elderly individuals have characteristics of older age, lower BMI and higher risk of cardiovascular disease, greater dependence for ADL and AIVD, lower balance, lower muscle strength and resistance of lower limbs, lower articular range of motion of upper and lower limbs, and greater risk of falls in relation to the non-institutionalized elderlyeng
dc.description.provenanceSubmitted by Lidyane Lima (lidyane.lima@usc.br) on 2019-05-20T17:55:28Z No. of bitstreams: 1 Caracterizacao da capacidade funcional de idosos institucionalizados e nao institucionalizados (227722).pdf: 2411680 bytes, checksum: e06c73417a5facacb12084df5c759314 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-05-20T17:55:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Caracterizacao da capacidade funcional de idosos institucionalizados e nao institucionalizados (227722).pdf: 2411680 bytes, checksum: e06c73417a5facacb12084df5c759314 (MD5) Previous issue date: 2019-03-13eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporeng
dc.publisherUniversidade do Sagrado Coraçãoeng
dc.publisher.departmentCiências da Saúde e Biológicaseng
dc.publisher.countryBrasileng
dc.publisher.initialsUSCeng
dc.publisher.programSaúde Funcionaleng
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectCaracterização da Capacidade Funcionalpor
dc.subjectIdoso Institucionalidadopor
dc.subjectIdoso Não Institucionalizadopor
dc.subjectCharacterization of Functional Capacityeng
dc.subjectInstitutional Elderlyeng
dc.subjectNon-Institutionalized Elderlyeng
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONALeng
dc.titleCaracterização da capacidade funcional de idosos institucionalizados e não institucionalizadoseng
dc.title.alternativeCharacterization of functional capacity of institutionalized and non-institutionalized elderlyeng
dc.typeDissertaçãoeng
Appears in Collections:Mestrado em Fisioterapia em Saúde Funcional



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.